Connect with us

Sociedade

Cabinda entre as Províncias com maior número de criadores de contas falsas nas redes sociais

Published

on

A criacão de perfis falsos por parte de cidadãos  que fazem-se passar por governantes, ou pessoas que ocupam importantes cargos no aparelho do Estado, aos poucos vem se tornando numa prática que vai ganhando terreno, em quase todo País.

Dada a facilidade na criacão de uma pagina do facebook por exemplo, muitos são os cidadãos em Angola, que nos últimos dias decidiram procurar ganhar a vida criando perfis falsos com nomes de dirigentes políticos, Governantes ou até oficiais da Polícia Nacional, com o objetivo de  enganar os menos atentos.

Na semana finda, cinco elementos foram detidos no distrito da Samba em Luanda acusados de serem gestores de paginas falsas criadas nas redes sociais, em nome de Governantes, num acto de apresentacão dos referidos cidadãos, que contou com a cobertura do Correio da Kianda.

Após o acto, contactos feitos por este Jornal junto de oficiais de investigacão do SIC, que serviu para apurar a proveniência da mairoria dos burladores, a Provincia de Cabinda foi citada pela fonte do Correio da Kianda, como sendo a mais destacadas, com maior número de cidadãos que criam perfis falsos nas redes sociais.

Recorde-se que, entre os detidos apresentados  a imprensa na semana finda pelo SIC, dois foram descobertos como sendo gestores de duas paginas falsas na rede social facebook, em nome dos Ministros da Agricultura e Pescas, António Francisco de Assis, e dos Transportes, Ricardo Viegas de Abreu, este último com mais de oito perfis falsos em seu nome, terá aberto uma queixa crime, juntos do SIC.

Colunistas