Connect with us

Sociedade

Cabanga Dikulo denuncia estar a ser perseguido por director da rádio Despertar

Published

on

O apresentador do programa de humor “Dikulo”, Tumesmil Miguel Kabanga André, artisticamente conhecido como “Cabanga Dikulo”, diz estar a ser perseguido pelo director da rádio Despertar (RD), Emanuel Maquiais, e que o mesmo chegou, inclusive, a obrigá-lo a abaixar as calças para “ver se usava cueca no local de serviço”.

“O director da rádio chamou-me no seu gabinete e pediu-me para tirar as calças para ver se estava a usar cuecas!”, lamentou.

Fontes seguras confirmaram ao Correio da Kianda, tal ocorrência, praticada pelo director geral da rádio Despertar, que no passado dia 10 de Julho, convocou o apresentador “Cabanga Dikulo”, para um encontro em seu gabinete, onde lhe perguntou, o motivo do mesmo não usar cuecas:

“Com bastante tristeza e humilhação fui obrigado a despir para mostrá-lo que estava com cueca “boxas””, confidenciou o apresentador, perguntando se o que viveu era correcto: “assim é bom?!”

A equipa do Correio da Kianda, contactou o músico e apresentador de rádio, Tumesmil Miguel Kabanga André, “Cabanga Dikulo”, o profissional confirmou-nos tal incidente e garantiu que foi mesmo obrigado a “mudar” para confirmar que estava a usar a roupa íntima masculina.

“Meu irmão, vamos lá analisar, mas o director da rádio vai me chamar no seu gabinete para me perguntar se uso cuecas?! Onde que se viu isso?”, questionou e continuou: “a minha mulher, minha mãe e todos meus familiares ficaram tristes com isso. Tive que abaixar as calças no gabinete dele para mostrar que uso cuecas ‘boxas’”. Segundo o radialista, só mostrou porque “foi ameaçado de ser expulso caso mostrasse resistência se ‘não mudasse’”.

Cabanga Dikulo disse que tal atitude do director da rádio Despertar, não passa de pretexto, que a todo custo procuram para expulsá-lo. Segundo o que nos contou, tudo começou após o fim do último Congresso Ordinário que elegeu Adalberto Costa Júnior como presidente da UNITA, pelo facto de ter apoiado o actual líder na fase de campanha. Por forma de retaliação, está a ser perseguido pelo director  da rádio Despertar, Emanuel Malaquias, e o director das finanças, Aderito Pascoal.

“A história começou desde o tempo do programa a falar sobre eleições do congresso, que elegeu o actual presidente Adalberto Costa Júnior, porque eu e Cláudio In, demos força ao actual presidente para a sua eleição, e todos na rádio estavam contra. Estive doente, fui envenenado nem recebi apoio da direcção da rádio nem de qualquer pessoa ligada a RD, podia morrer mesmo assim sem apoio”, entregou.

O apresentador também deu a conhecer que a partir do próximo sábado o seu programa vai sofrer algumas alterações na sua grelha de programação, “de um programa de carácter social e crítico a governação” para um programa simplesmente de humor, mudança esta que, segundo o apresentador, não houve um contacto prévio com a equipa que realiza este programa, que todas as manhãs de sábado, leva a casa dos ouvintes, humor e críticas governamentais de forma satírica à população angolana, em particular luandenses.

“Sem nenhuma explicação, ficamos a saber que o programa vai mudar de formato, deixando de ser um programa de intervenção social, passando a ser simplesmente um programa de humor”, expôs.

Cabanga Dikulo admitiu continuar a apresentar o programa, mesmo com a tal inesperada mudança, mas adverte aos ouvintes que o programa não terá o mesmo ritmo.

A rádio Despertar, ligada ao maior partido na oposição, é uma das rádios com maior audiência na capital, mas, vive nos últimos dias, uma crise de gerência, onde são acusados altas figuras do Galo Negro a interferirem na linha editorial desta estação radiofónica,

De recordar que o “Decreto” noticiou no passado dia 12 de Junho do corrente ano, que a “UNITA afastou o analista ligado ao partido MPLA”, que participava no programa de análise semanal, que vai ao ar todos os domingos, das 13 às 15 horas, por orientação superior e por falta de adversário em altura dentro da estrutura da UNITA.

A equipa deste jornal tentou contactar o director da rádio Despertar, mas até o fecho desta matéria não obteve sucesso.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (17)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (25)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (89)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (21)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania