Connect with us

Mundo

Bruxelas: pacote de Investimentos entre África e Europa abordados na sexta cimeira

Published

on

A prosperidade em África e na Europa, com base num pacote de investimentos entre os dois continentes é um dos temas a serem discutidos durante a sexta cimeira que a cidade de Bruxelas acolhe nos dias 17 e 18 do corrente mês de Fevereiro, onde estão os principais lideres das duas comunidades, além de delegados saídos de diferentes países membros da União Africana e União Europeia.

Uma das entidades participantes ao evento de alto nível é o Presidente da República Francesa, Emmanuel Macron, que considera a cimeira como “uma oportunidade para fundar um novo acordo económico e financiar África”.

Para o estadista francês a liderança do seu país na União Europeia será colocada sob o microscópio durante a cimeira, tendo olhando com preocupação para as intrigas que vão surgindo na relação União Europeia -União Africana e mostrou-se “um pouco cansado”, com o clima de crispação entre as duas comunidades, segundo a media francesa.

Para além de lançar um pacote de financiamento África-Europa elaborado, a cimeira deste ano deverá abordar as questões prementes de segurança e migração, as alterações climáticas e a crise de saúde em curso.

Os países africanos e a União Europeia cooperam através de quadros como a estratégia conjunta África-UE (JAES) e o Acordo de Cotonou, através do qual as nações podem negociar acordos de livre comércio para o desenvolvimento, denominados Acordos de Parceria Económica (APE).

A Cimeira de Chefes de Estado e de Governo, que se realiza de três em três anos alternadamente em África e na Europa, apresenta uma plataforma única para reforçar as relações entre os dois continentes.

A quinta cimeira UE-UA realizou-se em 2017 na cidade de Abidjan, Costa do Marfin, onde os líderes adoptaram uma declaração conjunta sobre prioridades comuns em quatro questões estratégicas de mobilidade e migração, paz e segurança, capacitação económica para a juventude e cooperação e governação.