Connect with us

Economia

Brasil quer vender aeronaves a Angola

Published

on

A Embraer, empresa brasileira fabricante de aeronaves, manifestou na quinta-feira, em Luanda, interesse em negociar com o Governo angolano a venda de aparelhos do tipo E195-E2, com capacidade para 146 passageiros.

Entre as vantagens elencadas para convencer as autoridades angolanas a aderir ao mais recente avião comercial, a companhia aeronáutica brasileira destaca os reduzidos custos de manutenção.

Em declarações à imprensa, à margem de um seminário sobre a “Base industrial da Defesa do Brasil”, promovido pela Embaixada brasileira em Angola, o vice-presidente de vendas da Embraer, Raul Villaron, salientou que os aparelhos do tipo E195-E2 consomem menos combustível em relação aos demais.

“A E195-E2 consome 30 por cento menos combustível do que o B737-700, sendo o custo de manutenção quase 40 por cento menos do que os actuais aviões usados pela TAAG”, comparou o vice-presidente de vendas da Embraer.

A intenção, argumentou, é trabalhar juntamente com a companhia angolana de bandeira para a venda do E195-E2, com vista a substituir os aparelhos do tipo Boeing 737-700, que têm uma idade considerável.

JA

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *