Connect with us

Mundo

Bolívia: Presidente substitui alto comando militar após tentativa de golpe de Estado

Published

on

Tanques e soldados fortemente armados chegaram na quarta-feira à sede do governo boliviano sob o comando do já demitido comandante do exército Juan José Zuñiga, naquilo que o presidente boliviano Luis Arce denunciou como uma “tentativa de golpe de Estado”.

Arce substituiu todo o alto comando militar e, minutos depois, Zuñiga e as suas tropas armadas retiraram-se.

A Bolívia viveu esta quarta-feira, 26 de Junho, um dia agitado, na sequência de uma tentativa de golpe de Estado contra o governo do presidente boliviano, Luis Arce. Mas como tudo começou e em que ponto está a situação?

Luis Arce começou por denunciar “mobilizações irregulares” de algumas unidades do Exército do país. Ao mesmo tempo, Evo Morales, antigo presidente do país, dava conta de que se estava a desenrolar um golpe de Estado na capital boliviana, onde militares armados e veículos blindados tinham sido detetados.

Pouco depois, o comandante demitido Juan José Zuñiga ameaçava “tomar” a sede do poder executivo, tendo sido ele a ordenar uma mobilização militar nas ruas. Zúñiga confirmou que as Forças Armadas tinham tomado a Praça Murillo, em La Paz, e avisava que Luis Arce era o presidente da Bolívia “por enquanto”.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *