Connect with us

Economia

Blocos petrolíferos contam com novo player

Published

on

Um novo operador entra na corrida à aquisição da participação em dois blocos petrolíferos, informou nesta quinta-feira, 12, a Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustiveis em comunicado enviado ao Correio da Kianda. Trata-se da Afentra Angola, que pretende adquirir 4% de participações nos Blocos 3/05 e 3/5.

De acordo com o comunicado, a participação, de 4% em cada um destes blocos, prevê-se que esteja concluída em breve, por forma a que o desenvolvimento da actividade da empresa no mercado nacional se faça sentir no terreno já nos próximos meses.

As referidas participações eram detidas pela INA – Industrija Nafte d.d., correspondente a uma participação de 4% no Bloco 3/05 e de 4% no Bloco 3/05 A.

Realizada no âmbito da celebração de um contrato de compra e venda entre a INA e a Afentra Angola, Lda., datado de 19 de Julho de 2022, esta aquisição deve ficar concluída em breve, tal como refere o comunicado de Imprensa enviado hoje ao Correio da Kianda.

O Presidente do Conselho de Administração da Agência Nacional de Petróleo, Gás e Biocombustíveis, Paulino Jerónimo, sublinha a importância desta aquisição e do interesse da Afentra pelo sector petrolífero angolano.

“Trata-se de uma empresa cujo core business é o upstream de oil & gas e que tem focado o seu interesse no desenvolvimento de oportunidades de negócio em países africanos. Com sede em Londres, tem na transição energética responsável um dos seus maiores desafios e demonstra com esta aquisição o seu empenho em trabalhar cada vez mais em e com Angola”.

Aquele gestor refere ainda que a entrada de “um novo player petrolífero é, naturalmente, de saudar”.

O CEO da Afentra, Paul McDade, considerou como sendo “um passo fundamental” a “aprovação recebida do Governo angolano” tanto para a entrada e como para o desenvolvimento da empresa no país e espera ver concluído o processo de aquisição nas próximas semanas.

“Ambas as posições contratuais, que são complementares, colocarão à nossa disposição uma forte plataforma de crescimento, sustentada num fluxo de caixa robusto e num potencial significativo, capaz de gerar valor agregado”, referiu.

O responsável acrescentou ainda que a boa nova também marcará o início da parceria com a Sonangol nos Blocos 3/05 e 3/05A, nos quais pretende trabalhar em estreita colaboração para optimizar a produção e prolongar a vida útil destes activos de qualidade e de longo prazo.