Connect with us

Sociedade

Bloco B do Hospital Militar de Cabinda está sob cordão sanitário

Redação

Published

on

O bloco B do Hospital Militar de Cabinda está sob cordão sanitário, desde esta sexta-feira, 31, devido ao caso positivo de Covid-19 registado ontem.

O cidadão, de 65 anos, que esteve internando por cerca de 20 dias naquela unidade hospitalar, sofria de hipertensão aguda.

Para Ruben Buco, trata-se de um caso importado, uma vez que regressou, recentemente, a Cabinda proveniente do Congo Brazzaville.

Como medidas preventivas foram também impostos cordões a residência do cidadão em causa, a oficina junto a sua residência, nove  residências no bairro 4 de Fevereiro e os centros de saúde da localidade de Subantando e Esperança da Vida.

Cento e noventa e três  pessoas estão envolvidas nestes cordões que merecerão vigilância e controlo das autoridades sanitárias durante 14 dias.

Durante uma conferência de imprensa, o secretaria provincial da saúde, Ruben de Fátima Buco, disse que no Hospital Militar encontram-se cerca de 40 pacientes que vão permanecer sem contactos nem visitas.

Conforme o também porta-voz da comissão provincial de contingência da Covid-19 em Cabinda referiu, que independentemente do registo do caso positivo de Covid-19, o estado quadro epidemiológico da província está sob controlo das autoridades.

Informou ainda a existência de um caso de IGM positivo que aguarda resultados laboratoriais.

Por Angop

Covid-19 em Angola

1144 infectados
52 óbitos
433 recuperados
659 activos

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *