Connect with us

Sociedade

Bispo da IURD manifesta preocupação com aumento do cancro de próstata no país

Published

on

Uma palestra sobre prevenção, causas e tratamento do Câncro da próstata, teve lugar neste sábado, 19, no pavilhão anexo à Cidadela Desportiva em Luanda, da qual mais de quatro mil fieis afectos à Igreja Universal do Reino de Deus se fizeram presentes, entre, homens e mulheres, bem como algumas crianças e adolescentes.

O palestratnte Diavita Nobre dos Santos, do Instituto Angolano de Controlo do Câncr0 começou por elogiar a presença das crianças, porque conforme fez saber, quanto mais cedo a criança é informada sobre esta doença, mais chance tem para se prevenir e transmitir a mensagem aos demais.

O especialista, que esteve em representação do Ministério da Saúde, disse que todo o tipo de câncer tem cura se a descoberta for cedo, por esta razão, pediu a todos homens presentes para serem rastreados e serem mensageiros de outros homens para que a taxa da mortalidade causada por esta doença seja reduzida.

De acordo com os dados do Instituto Angolano de Controlo de Câncr0 da próstata, um em cada 80 homens que fazem o rastreio testam positivo para a doença.

O louvou a iniciativa da Igreja Universal por ter congregado os homens para falar da prevenção da doença e aconselha outras igrejas seguir o exemplo.

“Se todas as Igrejas seguissem o mesmo exemplo de sensibilizar os fiéis para tomar cuidado com o seu estado de saúde, Angola teria reduzido significativamente a taxa da mortalidade”, disse o médico Simão Kanga.

O presbítero e líder espiritual da Igreja Universal do Reino de Deus em Angola (IURD), Alberto Segunda, disse que a realização da palestra está relacionado com o aumento de número de homens com câncro de próstata no país.

Mais de quatro mil fiéis, homens e mulheres, incluindo crianças e adolescentes, participaram da referida palestra. Alberto Segunda, justificou à imprensa, a realização do evento devido a preocupação que a Igreja tem com aumento de câncer de próstata entre os homens.

O bispo frisou que o acto enquadrada-se também dentro da acções de responsabilidade social da Igreja, de sensibilizar “todos os homens no sentido de prevenirem contra essas enfermidades e estas doenças”.

O bispo da IURD em Angola, tem fé de que os participantes, com grande destaque para os homens, saíram deste encontro mais esclarecidos e terão maior controle de prevenção de câncro da próstata.

Alberto Segunda garantiu que a sua igreja vai continuar a trabalhar na sensibilização para a prevenção do câncro juntando homens e mulheres, como forma de ajudar o povo.

Por sua vez, os participantes mostraram-se satisfeitos e garantem realizar exames de câncer após orientação da palestra.

Baltazar Augusto de 58 anos de idades, que nunca havia feito nenhum exame de câncro, garantiu intenção de realizar este exame. “Depois desta palestra já estou lúcido, olhando para idade que tenho, logo terei que fazer o exame de câncer da próstata”.

O mesmo diz que é pela primeira vez que participa de uma palestra que retrata deste assunto, daí a sua satisfação. Entretanto, apelou também o governo angolano, a realizar mais palestra para elucidar os cidadãos sobre esta doença.

Já o jovem Guilherme Dinis, de 35 anos de idade, disse que por ser a primeira vez a participar num evento como este, sai com o conhecimento sobre as formas de prevenção e de identificar os primeiros sinais e sintomas de câncro da próstata.

Colunistas