Connect with us

Sociedade

Benguela: polícia prende activista que está a organizar uma manifestação

Published

on

A Polícia Nacional em Benguela prendeu, na tarde deste sábado, 15, o activista Silvano Olímpio, um dos subscritores da manifestação agendada para o próximo mês, no município do Lobito, acusado de circular na via pública sem o uso de máscara facial.

De acordo com a denúncia chegada a nossa redação, Silvano Olímpio e mais quatro amigos, caminhavam no bairro Boa Vista quando foram surpreendidos por agentes da Polícia Nacional, da 3° Esquadra do Lobito, que os exigiu que parassem.

Preocupados, Olímpio pediu aos agentes que explicassem os motivos pelos quais foram interpelados e que, mantivessem uma distância de dois metros, conforme orienta as autoridades sanitárias face as regras contra a pandemia da covid-19.

“Insatisfeitos com a postura do activista, os agentes se aproximaram e começaram a agredir o jovem, até ao ponto de rasgar a camisa”, afirmam

Os denunciantes dizem que o activista está a ser acusado de não usar máscara na via pública. Os mesmos consideram as acusações infundadas, porque os efectivos do MININT, no momento da detenção de Olímpio, também não usavam máscaras.

O Movimento Revolucionário em Benguela lamenta a detenção do activista e suspeita existir uma caça ao homem no município do Lobito, devido a manifestação agendada para o próximo dia 02 de Setembro, onde irão exigir a reposição dos mercados informais destruídos pela administração local.

Silvano Olímpio encontra-se detido na Unidade Operativa do Comando Municipal da Polícia Nacional do Lobito, sob custódia dos Serviços de Investigação Criminal (SIC), onde está a ser interrogado.