Connect with us

Sociedade

Benguela: Comandante da Polícia viola mulher que estava detida

Published

on

O comandante da Unidade de Viação e Trânsito do município do Cubal (Benguela), inspector-chefe Armindo Soma, foi detido nesta segunda-feira pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC) por suposta violação sexual de uma mulher de 31 anos de idade, que se encontrava detida.

Segundo uma fonte do Comando Provincial da Polícia Nacional, que prestou a informação a jornalistas, no último sábado (29 de Setembro), no seu próprio gabinete, o suposto criminoso terá chamado a vítima, com fins libidinosos, e consumado o acto.

Entretanto, ao falar hoje à Angop, sob anonimato, a mulher supostamente violada revelou ter sido detida no sábado por agentes da polícia de ordem pública, depois de uma briga com uma outra jovem, por motivos passionais.

“Então, o comandante de trânsito puxou-me para o gabinete e, contra a minha vontade, começou a introduzir os dedos no meu órgão genital, por diversas vezes, antes consumar a penetração”, referiu.

Visivelmente abalada, a vítima contou que o suspeito ainda tentou dissimular o acto, usando as cortinas do próprio gabinete para se limpar.

“Depois do acto, o comandante prometeu comprar-me um telefone”, acrescentou a cidadã, adiantando que, ao sair do gabinete, caiu a poucos metros da porta, o que levantou suspeitas dos agentes presentes no local.

Trata-se do segundo caso suspeito de crime de abuso sexual, este ano, na província de Benguela, envolvendo comandantes de unidades de trânsito.

O primeiro caso, já em tribunal, ocorreu no Lobito. O até então comandante da Unidade de Trânsito desta circunscrição, Ernesto Ferreira dos Santos, foi acusado de violar uma adolescente de 13 anos de idade, num lugar ermo.