Connect with us

Educacão

Benguela: absentismo de alunos marca primeiro dia de aulas em Caimbambo

Published

on

As escolas do Município do Caimbambo, na província de Benguela, registaram um elevado nível de absentismo logo do primeiro dia de aulas, havendo salas de aulas em que apareceram na segunda-feira, 4, apenas três alunos.

Em todas as escolas do Município, o número de alunos que se fizeram presentes para receber a primeira lição do novo ano lectivo foi aquém do esperado.

Em algumas das escolas onde a nossa equipa de reportagem passou, há registo de salas de aulas do ensino primário em que estiveram presentes apenas três alunos, no ensino primário.

Já na terça-feira, a encarregada de educação, Ana Pedro aproveitou a hora 10 para escapar do serviço e ir certificar-se de que a sua pequena que estuda a terceira classe entrou mesmo na sala e assistiu à aula.

Outro objectivo que a levou para visitar a escola da sua filha logo no segundo dia de aulas é conhecer o professores que nos próximos nove meses vai dar aulas a sua pequena.

O professor Alberto Chumungo, disse que na escola em que lecciona, no primeiro dia de aulas teve apenas três alunos. Já na terça-feira o número cresceu para 33. Por esta razão os encarregados a mandarem os filhos as escola.

O director Municipal da Educação de Caimbambo, António Fernando, confirma o elevado nível de absentismo dos alunos nas escolas do município, tendo dito, por outro lado, que neste ano lectivo estão matriculados em todo o município, mais de 334 mil alunos.

Colunistas