Connect with us

Sociedade

Bengo: Polícia resgata dez crianças saídas do Bié para trabalhar em fazenda no Bengo

Published

on

Um total de 10 crianças do sexo feminino foram resgatadas pela Poícia Nacional, na Província do Bengo, a trabalhar numa fazenda naquela região do país.

A informação foi avançada neste sábado, 1 de Outubro, pelo Director do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa da Delegação do Ministério do Interior no Bengo, Intendente Gaspar Luís Inácio, que informou que os 10 meninos sairam da província do Bié.

O resgate das crianças, segundo a Polícia Nacional, ocorreu na sexta-feira, 30 de Setembro,, sendo que são toros rapazes, com idades compreendidas entre os 12 e os 14 anos, provenientes da aldeia de Tchicunha município de Camacupa província do Bié, de onde terão presumivelmente sido contratados para serem submetidos a trabalhos forçados na fazenda denominada Nahombossi, situada na comuna das Mabubas município do Dande.

O Director do Gabinete de Comunicação da Polícia Nacional no Bengo,Gaspar Luís Inácio, fez saber que o resgate dos menores, só foi possível devido a um trabalho de inteligência criminal realizado por especialistas do DIIP e através de uma denúncia pública, que dava conta da circulação de uma viatura na província do Bengo proveniente de Luanda, transportando no seu interior 10 menores provenientes da província do Bié, tendo sido interpelada na localidade do Desvio da Barra do Dande e o consequente resgate dos menores pelos especialistas do DIIP.

O responsável acrescentou ainda, que o motorista da viatura que transportava os menores e em cumprimento de um Mandado de Busca revista e apreensão emitido pelo representante do Ministério Público junto do DIIP no Bengo foi possível resgatar mais um menor de 15 anos de idade, que já se encontrava a prestar serviços forçados no referido projecto agrícola.

O oficial informou que diligências estão em curso para a localização e detenção de todos os implicados que retiraram os menores do convívio familiar e que em breve, os menores serão restituídos no seio das respectivas familiar.
Entretanto, o motorista do veículo foi detido, e a Polícia garante que processos crimes já estã o em curso e serão remetidos ao Ministério Público.