Connect with us

Sociedade

“Barão da droga” desmaia em julgamento por alegados maus tratos na prisão

Published

on

O empresário conhecido como sendo “Barão da droga” em Luanda, desmaiou, hoje, em plena audiência, na sala do tribunal provincial.

Segundo o advogado de defesa, José Carlos, o desmaio do seu constituinte deveu-se aos alegados maus tratos que o mesmo vem sofrendo no estabelecimento prisional onde se encontra detido, uma vez que sofre de diabetes.

Por outro lado, um dos familiares do réu denunciou, associando o desmaio, com uma suposta tentativa de envenenamento do seu familiar, no estabelecimento prisional de São Paulo.

O facto, que apanhou os juízes e assistentes da sétima secção da sala de crimes, de surpresa, obrigou o tribunal a adiar para a próxima segunda-feira a sessão da leitura dos quesitos.

Considerado como sendo “Barão da droga” pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), o empresário que se chamaria Waldir, foi detido em Luanda, no ano passado, com a identidade não revelada. O suposto narcotraficante, segundo o SIC, faz parte de uma rede, cujos integrantes coordenavam a distribuição de narcóticos no país, com destaque para a cocaína.