Connect with us

Sociedade

Bandido “altamente perigoso” tira sono dos moradores do Zango

Published

on

Os moradores dos Zangos 0, 1, 2, 3, 4 e 5, no município de Viana, em Luanda, mostram-se agastados e apreensivos com os constantes assaltos, a mão armada, praticados regularmente por dois jovens bem identificados pelos moradores, um deles conhecido por “Laton do Zango”.

Fruto da forma reiterada com que o mesmo tem efectuado os seus assaltos, segundo os moradores que contaram os “filmes” do Laton, sob anonimato, ao Correio da Kianda, os assaltos são realizados no cair da noite quase todos os dias.

“O Laton rouba telefones, pastas, dinheiro, arromba casas no calar da noite. Ele só anda de uma moto preta bem nova, calças jeans e um casaco preto de napa onde ele esconde a AKM, cano cortado”, fez saber uma das últimas vítimas que vive no Zango lll.

Conhecido por quase todos os moradores como altamente perigoso, Laton, descrito como magro, altura média com um corte que os jovens chamam de “spirro”, tem sido acompanhado por um outro jovem, que conduz a motorizada, de estatura mais baixa, forte que usa sempre um casaco puchinho.

Tem nas ruas das quafras azuis e laranjas do Zango lll, lado esquerdo, muitos amigos que informam em que rua actuar.

“Na rua dois, três, quatro e cinco do bloco das laranjas e azuis, ele tem amigos que quando vejam um vizinho com telefone ou pasta, eles ligam e de repente o Laton e seu amigo aparecem“.

No Zango 4, o Laton, segundo fontes, ainda esta semana, assaltou uma motorizada, tendo na sequência do asalto, atirado a queima roupa contra o dono da Motorizada que morreu mo local.

“Tem duas formas de actuação. Ele pode assaltar em duas horas, dez pessoas. Passa em todas as ruas e tudo que encontra ele leva.

“No dia seguinte ele vem e fica no canto da rua a conversar com os amigos para saber o evoluir da situação. Já queixamos muito na Polícia e no SIC, mas até aqui não é apanhado. Está mal. Ele rouba aqui hoje e amanhã vai se esconder no Kilamba. É sempre assim”, lamentou uma testemunha que acompanhou o assassinato do motoqueiro, no julgado de menores.

Fonte ligada ao SIC, contactada pelo Correio da Kianda, disse ter dados do suposto altamente perigoso, conhecido por “Laton do Zango“, mas até ao momento não o conseguem deter.