Connect with us

Sociedade

Banco Mundial financia abastecimento de água em Luanda com USD 1,07 mil milhões

Published

on

O Banco Mundial e um sindicato bancário internacional estão a financiar o Projecto de Abastecimento de Água do Bita, no município de Belas, em Luanda, com valor global de 1,07 mil milhões de dólares, com base num acordo assinado esta semana com o Ministério das Finanças.

Segundo um comunicado do Ministério das Finanças, o acordo de financiamento, concluído na última quarta-feira, 28 de Setembro, foi aprovado à luz de um Decreto Presidencial de Junho de 2021.

O processo envolve “um acordo de financiamento com garantia do Banco Mundial, via Banco Internacional para a Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD), e do acordo de Financiamento com cobertura da Agência de Crédito à Exportação Francesa ‘Bpi France Assurance Export’, constituída pelo sindicato bancário liderado pelo Standard Chartered Bank”, esclarece a nota.

O documento explica que, após um longo período de trabalhos técnicos e legais, entre as equipas dos ministérios das Finanças, da Energia e Águas, EPAL e consultoria jurídica, “foram cumpridas todas as etapas de negociação e condições precedentes, que culminaram com a efectivação do acordo de financiamento”.

Os fundos provenientes do BIRD foram destinados, pelo Banco Mundial, para as despesas de reassentamento e vão reflectir-se directamente na vida das populações envolvidas na implementação do projecto.”Este valor visa, igualmente, garantir a aquisição de terras, de acordo com os padrões de salvaguarda do Banco Mundial”, diz o comunicado.

O Sistema BITA de tratamento e adução terá uma capacidade nominal de 250 mil metros cúbicos de água/dia e compreenderá a Estação de Tratamento, redes adutoras e redes de distribuição.

A captação da água será feita do rio Kwanza, com a construção de uma conduta de 1.600 milímetros, com seis quilómetros de extensão. Uma vez concluído, a previsão é para atendimento a um universo de 2,5 milhões de habitantes. A execução terá uma duração de 36 meses e as obras deverão ter início proximamente.

C/JA

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *