Connect with us

Mercados

Banco BAI entra na BODIVA com nova composição administrativa

Published

on

O Banco Angolano de Investimentos (BAI) oficializa nesta quinta-feira, 9, em Luanda, a sua entrada na Bolsa de Valores da Divida de Angola, com uma nova composição administrativa. O objectivo da sua entrada na Bolsa é de atrair potenciais investidores para as suas acções.

Restaurar a confiança junto da Bodiva, no mercado de capitais angolano e no sistema financeiro é o principal objectivo da sua entrada na bolsa, atravês da qual pretende despertar de possíveis e atrair investidores nacionais e estrangeiros para as suas acções.

Recordar que na semana finda, o BAI fixou em 20.640 Kwanzas (kz) o preço para cada acção, valor definido com base nos critérios definidos no Prospecto aprovado no dia 30 de Março d de 2022 e divulgado no dia 14 de Abril de 2022.

No passado dia 3 de junho, as acções do Banco foram vendidas ao valor de 40 mil milhões Kz, a favor do Estado, com a alienação dos 10% do capital que detinha indirectamente no Banco Angolano de Investimentos (BAI), através da Sonangol e da Endiama, tendo resultado uma procura 1,58 vezes superior à oferta.

A Oferta Pública de Venda de 1.945.000 das acções do BAI registou uma procura total registada a ascender a 3 072 020 acções, correspondendo a declarações de aceitação de um total de 2 852 investidores, divulgou o banco.

A procura excedeu a oferta em 1,58 vezes, sendo o total ofertado de 62 mil milhões Kz e o montante arrecadado pelos oferentes de 40 mil milhões Kz, tendo sido alocada a totalidade das acções a 842 investidores.

A liquidação física e financeira das acções alienadas no âmbito ocorrerá no dia 3 de Junho de 2022, sendo admitidas à negociação em bolsa a 9 de Junho de 2022.

Em Agosto de 2021, o BAI aprovou em assembleia geral extraordinária a alteração integral dos estatutos da sociedade, para efeitos da preparação da sua qualificação como sociedade aberta, permitindo assim dispersar o capital em bolsa.

A estrutura do BAI é composta por 54 accionistas, dos quais nenhum detém participações qualificadas, destacando-se a Sonangol como principal accionista com 8,50% do capital.

Integram ainda o grupo de accionistas a Oberman Finance Corp (5%), Dabas Management Limeted (5%), Mário Palhares (5%), Theodore Giletti (5%), Lobina Anstalt (5%), Coromasi Participações Lda (4,75%), Mário Barber (3,87%), Luís Lélis (3%) e outros não identificados, que repartem os restantes 54,88% do capital. Deste número de acionista 63,70% se fizeram presentes na Assembleia que se realizou na cidade de Luanda.

Composição

Ana Maria Fernandes dos Santos Machado e Maria João de Almeida foram eleitas novas administradoras Independentes para o quinquénio 2022-2027, durante a Assembleia Geral Extraordinária de acionistas realizada nesta quarta feira, 8 de junho em Luanda.

 Para o Conselho Fiscal a Assembleia de accionistas elegeu Jorge Manuel Felizes Morgado como Vogal efectivo e Cristina Alfredo Augusto Rafael Silvestre juntam-se aos suplentes Nayole Cristina Cohen dos Santos Guedes e Isabel Maria Lopes.  Júlio Ferreira de Almeida Sampaio é o Presidente do referido conselho.

No Conselho de Administração do BAI vão confirmadas 15 entidades, nomeadamente, Mário Barber, Theodore Jameson Helder de Aguiar, Diogo Neto Viana, Ana Maria Machado, Maria João de Almeida, Carlos de Amorin Guerra, Ana Regina Victor, Luís Lelis, Inokcelina de Carvalho, Simão Fonseca, João Cândido Fonseca, Irisolange de Menezes Verdades, José Castilho Manuel e Juvelino da Costa Domingos.

A assembleia Geral é composta Domingos de Lima Viegas como o presidente, e Alice Escórcio, bem como Alexandre Borge Morgado.

A empresa PricewaterhouseCoopers (Angola), Lda. (PwC) é o auditor externo para os próximos cinco anos.