Connect with us

Sociedade

Autópsia indica que General “Kamorteiro” terá morrido de enfarte

Published

on

Dados preliminares da autópsia realizada ao corpo do General Abreu Mhuengo Ukwachitembo “Kamorteiro” apontam que o até então Chefe do Estado Maior General Adjunto das Forças Armadas Angolanas terá morrido de enfarte, soube o Correio da Kianda de fonte ligada ao processo.

A autópsia foi solicitada pelos familiares, conforme o nosso jornal publicou anteriormente, que suspeitavam que a causa principal da morte de um dos melhores especialistas de artilharia terrestre na extinta FALA, braço militar da UNITA, seria envenenamento.

Um enfarte agudo do miocárdio, também conhecido como ataque cardíaco, ocorre quando a circulação de sangue para uma parte do coração é interrompida, causando lesões no músculo cardíaco.

Entre os factores de risco estão, dentre outros, a hipertensão arterial, tabagismo, diabetes, sedentarismo, obesidade, colesterol elevado, uma dieta pouco saudável e consumo excessivo de bebidas alcoólicas.

Abreu Muengo Ukwachitembo “Kamorteiro” foi um dos co-signatários dos acordos de paz para Angola, rubricados a 4 de Abril de 2002, entre o Governo e a UNITA, ao lado do general Armando da Cruz Neto, então Chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas Angolanas (FAA).