Connect with us

Politica

Auto-denominado Movimento Protectorado Lunda Tchokwe disponibiliza lista de vítimas de Cafunfo

Published

on

O auto-denominado Movimento Protectorado Lunda Tchokwe, informou, numa nota enviada ao Correio da Kianda, neste sábado, 06, a lista com os nomes de 16 militantes seus, que perderam a vida na manifestação do dia 30 de Janeiro na vila de Cafunfo, município do Cuango, província da Lunda Norte.

Segundo a informação do Movimento, devido as restrições, não foi possível andar para obter mais dados, tendo disponibilizado a lista com os seguintes nomes:

1.- Mukuenda Tomás Luampishi

2.- Zango Zeca Mwandjiji

3.- Júlio Elias

4.- Suwete

5.- Dinis Simba

6.- Joel Ngunza

7.- António Avelino

8.- Julinho Lazaro

9.- Eugenio Zango Magalhoes

10.- Figueira

11.- Adriano Romano

12.- Muyemba

13.- Anibal Rocho

14.- Mutunda Katehambiye

15.- Fernando Mayete

16.- Muyemba

Segundo a Polícia Nacional, os cerca de 300 militantes do movimento, que manifestaram, no passado dia 30 de Janeiro, eram portadores de armas de fogo do tipo AKM, caçadeiras, ferros, paus, armas brancas e pequenos engenhos explosivos artesanais e dirigiram-se às instalações da esquadra policial de Cafunfo, para a sua ocupação, com a pretensão de aposição de uma bandeira pertencente ao movimento.

Continue Reading
1 Comment

1 Comment

  1. Alberto Cabral

    09/02/2021 at 8:17 am

    Se eliminassem todos confusionistas , não haveria tanto alarido, a polícia tem de passar uma mensagem bem clara para ações do gênero.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas