Connect with us

Mundo

Austrália: Facebook decidiu levantar bloqueio aos utilizadores do país

Redação

Published

on

O Governo da Austrália disse hoje que o Facebook aceitou levantar o bloqueio aos utilizadores do país, depois de chegar a um acordo em relação à legislação para compensar as empresas de comunicação social australianas.

“O Governo foi informado pelo Facebook que tenciona restaurar (o acesso) a páginas de notícias australianas nos próximos dias”, afirmaram em comunicado conjunto o ministro das Finanças australiano, Josh Frydenberg, e o titular da pasta das Comunicações, Paul Fletcher.

A rede social fundada por Mark Zuckerberg confirmou igualmente, em comunicado, que chegou a um acordo para alterar uma proposta de legislação com o objectivo de obrigar Facebook e Google a pagar pelos conteúdos jornalísticos divulgados.

O bloqueio, iniciado a 18 de Fevereiro, foi uma reacção à proposta de lei aprovada na véspera pela Câmara dos Representantes da Austrália, que obriga as empresas Facebook e Google a pagar compensações aos jornais e meios de comunicação social australianos pelos conteúdos jornalísticos utilizados pelas plataformas digitais.

A indignação pública em relação ao bloqueio do Facebook foi notória, até porque foi cortado o acesso, pelo menos de forma temporária, a informações sobre a pandemia da covid-19, aos serviços de saúde e aos serviços de emergência.

Os títulos dos jornais australianos chamaram ao caso “Faceblock”, numa alusão ao bloqueio e qualificaram a rede como “anti-social”.

A proposta do executivo australiano vai ter de ser aprovada pelo Senado, que deverá debater já hoje as alterações.

Em contraste com o Facebook, o Google reagiu rapidamente ao anúncio de Camberra, fechando acordos de licenciamento de conteúdos com grandes empresas de comunicação social da Austrália sob o modelo News Showcase.

O Facebook tinha defendido anteriormente que a proposta legislativa australiana “confunde as relações entre a plataforma [digital] e as publicações que utilizam a rede”.

Em resposta, o primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, tinha dito estar disposto a “ouvi-los (Facebook) sobre aspectos técnicos”, reafirmando, no entanto, a determinação sobre a legislação.

Por Angop 

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (23)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (86)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (17)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2021 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD