Connect with us

Politica

Aumento de casos de covid-19 faz Governo antecipar final do ano lectivo para 30 de Junho  

Published

on

O aumento do número de casos de covid-19, bem como a presença de variantes mais contagiosas do vírus em Angola, fez com que o Ministério da Educação aprovasse, nesta quarta-feira, 12, uma adenda ao Calendário Nacional Escolar reajustado, que antecipa o final do ano lectivo 2020/2021 para 30 de Junho.

Em declarações à RNA, na manhã de hoje, o Secretário de Estado para o Ensino Pré-Escolar e Primário, Pacheco Francisco, disse que o Ministério viu-se na obrigação de fazer esta alteração devido o aumento dos números de casos da doença no país.

“Isso fez com que tivéssemos receio que o ano lectivo não terminasse na data prevista, 30 de Julho. Assim, refizemos o calendário de forma a não suspendermos as aulas, uma vez que em determinadas classes tiveram o seu início muito tarde, como é o caso do pré escolar que teve início em Abril, o ensino primário e classes de transição, no mês de Fevereiro. Então seria um contra-senso voltarmos a suspender as aulas, muito embora o que determina são as condições que vivemos”, explicou.

Para antecipar o fim do ano lectivo, o Ministério reduziu o número de provas que os alunos teriam que fazer. Com isso, explicou o secretário, os alunos da educação pré-escolar, do ensino primário e do ensino secundário, farão apenas as provas trimestrais e “contarão para o efeito as avaliações contínuas que foram feitas nesse período”.

“Prevíamos ter a prova do professor e a trimestral. Ao simplificarmos, eliminamos a prova do professor e no dia 24 será a realização da prova trimestral. Com isso, o último dia de aula será 30 de Junho”, informou.

De acordo com os dados divulgados nesta quarta-feira, 13, Angola conta com 29.405 casos positivos, com 645 óbitos, 25.187 recuperados e 3.573 activos. Dos activos, 21 são críticos, 38 graves, 150 moderados, 81 leves e 3.283 assintomáticos.

A pandemia do novo coronavírus fez 3.319.512 mortos em todo o mundo desde que a doença foi detectada em Wuhan, na China, no fim de Dezembro de 2019. Mais de 159.593.520 casos de infecção foram diagnosticados desde o princípio da crise sanitária.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Daniel Sapateiro
Daniel Sapateiro (1)

Economista e Docente Universitário

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (25)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (87)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (20)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

© 2017 - 2021 Todos os direitos reservados a Correio Kianda. | Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização.
Ficha Técnica - Estatuto Editorial RGPD