Connect with us

Mundo

Ataque a aldeia no Norte do Burkina Faso deixa 70 mortos

Published

on

Cerca de 70 civis foram mortos, com destaque para idosos e crianças, num ataque a uma aldeia de Zaongo, no norte do Burkina Faso, no início deste mês, relata a agência Reuters.

De acordo com uma declaração de um procurador local, esta segunda-feira, o caso remonta a 5 de Novembro, quando assaltantes não identificados terão atacado a aldeia, matando os residentes e incendiando as propriedades.

Uma equipa judicial foi accionada para investigar o caso no sábado, tendo apurado a morte de pelo menos 70 pessoas. Contudo, o número exacto de mortos, feridos e desaparecidos ainda não foi determinado.

A União Europeia apelou no domingo às autoridades para que esclarecessem o massacre de “quase uma centena” de civis na aldeia de Zaongo.

De recordar que o Burkina Faso é um dos vários países da África Ocidental que lutam contra uma sangrenta insurreição jihadista que se instalou no Mali, em 2012.