Connect with us

Sociedade

ATA nega estar a convocar manifestação de taxistas

Published

on

Numa mensagem acabada de chegar ao Correio da Kianda, a Associação dos Taxistas de Angola (ATA) nega estar a mobilizar os taxistas e moto taxistas para uma paralisação a nível da província de Luanda, de 19 a 21 de Junho, conforme documento timbrado da organização posto a circular esta manhã nas redes sociais.

Segundo a ATA, tal iniciativa é de “alguns indivíduos que foram exonerados e expulsos da ATA por má conduta e violação dos estatutos”, sendo que os mesmos estão a utilizar o logotipo da Associação “sem consentimento, bem como a pilhagem, e os discursos incendiários que têm passado aos taxistas”.

“Estes elementos, insatisfeitos e descontentes e aproveitando a situação que o país está a viver, têm vindo a incentivar os taxistas de Cacuaco, e não só, a participarem de um acto de rebelião, bem como desordem na via pública”, diz a mensagem, citando os nomes dos três envolvidos no acto.

A mensagem solicita ainda apoio aos “órgãos de defesa e segurança a agirem em conformidade a lei”.

De recordar que a subida do preço da gasolina não incinde directamente sobre os taxistas que utilizam, em sua maioria, gasóleo.