Connect with us

Politica

Associação alerta pessoas com deficiência a não se deixarem enganar pelos partidos em período de campanha eleitoral

Published

on

Após o lançamento das pré-campanhas eleitorais das três maiores forças políticas angolana, MPLA, UNITA e CASA-CE, com olhos postos as eleições gerais de Agosto próximo, o vice-presidente da União Nacional para Inclusão de Pessoas com Deficiências e Coordenador da Comissão Instaladora da Associação Nacional dos Artistas com Deficiências e Albinismo, Adão Ramos, mostrou-se preocupado com a utilização de pessoas com deficiência por parte dos partidos políticos com promessas eleitoralistas.

Em declaração ao Correio da Kianda, Adão Ramos, afirmou estarem preocupados com aproveitamentos que se fazem em vésperas das campanhas eleitorais.

O responsável da associação de pessoas com deficiências, sublinha que não é ético que os partidos políticos, só se lembrem das pessoas com deficiências nas eleições, mas durante cinco anos, são esquecidos e não são lembrados, e agora que estão a precisar dos votos dessas pessoas, vêem com discursos e acções que visam unicamente conquistar o voto dessa franja da sociedade.

O também Coordenador da Comissão Instaladora da Associação Nacional dos Artistas com Deficiências e Albinismo, apelou a pessoas com deficiências, no sentido de não se iludirem, pelo facto dos partidos ou formações políticas dizerem que nos seus programas terem uma agenda de inclusão e temas ligadas a protecção de pessoas com deficiências.

Ramos disse ainda, que não basta que os partidos digam que estão preocupados. Os programas dos partidos tem que dar destaque a questão da inclusão de pessoas com deficiências e da representatividade ao nível das estruturas de base, intermédia e do top das organizações.

Adão Ramos manifestou-se, ainda preocupado com ausências de pessoas com limitações físicas nas organizações políticas.

“Não vejo ninguém nas estruturas directivas dos partidos, o que me faz crer que, as promessas não passam de discursos políticos”, frisou,

Adão Ramos deu a conhecer que no próximo mês de Maio, a plataforma que coordena, irá realizar uma mesa redonda onde deverão discutir assuntos sobre a “política, pessoas com deficiências e as eleições, onde poderão participar os partidos políticos MPLA, UNITA, CASA-CE, FNLA e o PRS.