Connect with us

Mundo

Assange teve dois filhos enquanto viveu refugiado na embaixada do Equador

Published

on

Fundador do Wikileaks foi pai de duas crianças, de um e dois anos, fruto de uma relação com uma advogada que o representava.

Julian Assange, fundador do Wikileaks que está detido na prisão de Belmarsh, em Londres, teve dois filhos enquanto esteve refugiado na embaixada do Equador em Londres para evitar ser extraditado.

A notícia começou a ser avançada pelo Daily Mail, a quem Stella Morris, namorada de Assange, deu uma entrevista, mas foi a própria advogada que mais tarde confirmaria esta informação num vídeo publicado no Twitter.

O jornal britânico revelou que as duas crianças, Gabriel, de dois anos, e Max, de apenas um ano, foram concebidos enquanto o pai esteve a viver na embaixada do Equador em Londres, para evitar ser extraditado para os EUA. A relação entre Assange e a advogada sul-africana Stella Morris, de 37 anos, começou a relação em 2015, sendo que os dois estão noivos desde 2017.

Na entrevista ao Daily Mail, que mostra ainda fotografias do pai com os dois filhos ainda na embaixada do Equador em Londres, Stella Morris revela que o fundador do Wikileaks assistiu ao nascimento dos dois filhos através de uma vídeochamada e que conheceu Gabriel na embaixada.

“Ele ter-se apaixonado quando todos querem destruir a sua vida foi uma espécie de acto de rebelião”, disse a advogada num vídeo publicado nas redes sociais, no qual apela ainda a liberdade condicional do namorado.

 

Noticias ao Minuto

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *