Connect with us

Sociedade

Assaltante de cantinas detido mais de cinco vezes

Published

on

Por: António Sacuvaia

Chama-se Agostinho da Silva Camões, e faz parte de um dos grupos de  marginais que tem como preferência o assalto de cantinas nas zonas do Kilamba Kiaxi e Golf 2.

Em entrevista ao Correio da Kianda, o mesmo afirma ser assaltante a mais de quinze anos, e que das cinco vezes em que esteve preso acabou por sair.

Agostinho, diz  fazer parte de um grupo de marginais conhecido como os “MATUMBOS”  que é formado por cinquenta elementos, dez dos quais, segundo conta, são os que mais realizam assaltos com recurso a arma de fogo.

“ Nós roubamos com pistola, e o jovem que estava com a pistola fugiu.., Nós entramos na cantina roubamos dez grades, cinco garrafas de wisky, tabletes, telefones.. Os meus amigos, seis, estavam a controlar, outros,  estavam dentro da cantina.., e nós entramos, estalamos com o pê de cabra, levamos grades, levamos Boster, levamos frangos, levamos tantas coisas na cantina.., Nós actuávamos a mão armada usando pistolas..,  e esta arma era do pai do meu amigo que tinha enterrado na terra, e eles só nos apareceu com ele e nós fomos fazer com ele o assalto. Disse

Com apenas dezoito anos, e detido pelos serviços de investigação criminal (SIC) Agostinho confessa que desde que entrou no mundo da delinquência, nunca terá cometido crime de homicídio, tendo apenas usado armas para fazer disparos no ar, de forma  puder amedrontar os alvos a quem desejavam  assaltar.

O suposto criminoso, acrescenta que os métodos de assalto de qualquer cantina, eram definidos  durante o dia.

Como estratégia, passavam-se por clientes, e assim, estudavam os cantos de entrada da cantina.., e, tão logo chegasse a noite,  os mesmos estariam prontos para assaltar. Segundo, conta, tudo acontecia na madrugada.

“De manhã estamos a passar, as vezes temos uns trocos, estamos a ir mesmo na cantina, estamos a comprar alguma coisa, e aproveitamos ver como é que é, como é que não é, e de noite uma hora, zero horas estamos a actuar na cantina, terminou.

Os Matumbos, conforme são apelidados, é dos grupos mais temíveis na zona, contam alguns moradores do Kilamba Kiaxi.

Agostinho, que faz parte do mesmo grupo, afirmou aos nossos microfones, que o líder do grupo encontra-se foragido com a suposta arma que os mesmos têm realizado assaltos, e admite que nem todos integrantes da sua equipe são praticantes de assaltos.

“Nós já estamos a quinze anos  a roubar.., eu tenho dezoito anos..,  o nosso grupo chama-se os “Matumbos”  somos cinquenta elementos, outros não mexem só dez é que mexem e os outros são mesmo betinho.., o chefe do grupo não está aqui, fugiu com a arma..  a nossa área de actuação é o Golf 2, eu no grupo sou o que controlo e rebento com o pé de cabra. Terminou!

Os serviços de investigação criminal  no âmbito do combate a criminalidade violenta apresentou nesta quarta-feira, vários supostos criminosos, fruto de suas operações no período compreendido entre 17 a 23 de Janeiro.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *