Connect with us

Lifestyle

Armani vai produzir roupa de proteção para profissionais de saúde

Redação

Published

on

O criador de moda italiano Giorgio Armani anunciou esta quinta-feira que as fábricas que detém em Itália vão começar a produzir roupa de proteção para “os profissionais de saúde envolvidos na luta” contra a pandemia da Covid-19.

Giorgio Armani já tinha doado cerca de dois milhões de euros aos hospitais em Itália, o país do mundo com mais vítimas mortais (8.165) e casos registados de infeção pelo novo coronavírus (80.539 desde o início da crise).

A marca Armani tem sede na cidade de Milão, cuja região (Lombardia) é o epicentro do surto em Itália.

O criador detém atualmente quatro fábricas em Itália, precisou um porta-voz da marca.

A marca tem vindo a deslocalizar uma parte da sua produção para países onde a mão-de-obra é mais barata, referem as agências internacionais.

Várias fábricas do setor têxtil italiano têm reorientado a sua produção, nomeadamente para produzir máscaras de proteção individual.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais 480 mil pessoas em todo o mundo, das quais morreram perto de 22.000.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde (OMS) a declarar uma situação de pandemia, cujo epicentro é atualmente a Europa, que totaliza, até à data, mais de 15 mil vítimas mortais.

 

Lusa

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (23)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (21)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (74)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (14)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania