Connect with us

Mundo

Arábia Saudita: condenada a 11 anos de prisão activista defensora dos direitos das mulheres

Published

on

Foi condenada a 11 anos de prisão, por alegados delitos terroristas, a activista Manahel al-Otaibi, defensora dos direitos das mulheres na Arábia Saudita.

De acordo com a Europa Press, a sentença foi proferida em Janeiro, em segredo, e a decisão só foi conhecida depois de um grupo de relatores das Nações Unidas ter solicitado informação sobre o caso.

Segundo a Amnistia Internacional, as acusações contra a activista decorrem do uso de “roupa indecente” pelos padrões das autoridades locais e de exigir nas redes sociais reformas, entre as quais o fim do regime que obriga todas as mulheres a terem um guardião homem.

A porta-voz da AI Bissan Fakih descreveu a condenação contra ao-Otaibi como “uma injustiça terrível e cruel”, considerando-a um exemplo dos esforços das autoridades para restringir qualquer reivindicação a favor dos direitos das mulheres “e silenciar a dissidência pacífica”.

A organização não-governamental denunciou violações processuais e abusos físicos e psicológicos contra al-Otaibi, presa em 2022. A activista esteve cinco meses desaparecida – desde Novembro de 2023, sem qualquer contacto com a sua família.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *