Connect with us

Eleições 2022

APN promete atacar e resolver os principais problemas sociais do Bengo

Published

on

O presidente da Aliança Patriótica Nacional (APN), António Quintino Moreira, prometeu nesta quarta-feira, 03, atacar e resolver os principais problemas sociais da provincia do Bengo, caso o seu partido vença as eleições Gerais deste ano.

Quintino Moreira falou, na ocasião, de um acto político de massa realizado no município do Dande, tendo afirmado que caso o seu partido vença e formar governo, terá como prioridade na província do Jacaré Bangão, a resolução dos problemas da juventude, dos antigos combatente e bem como, resolver o problema da água, saúde, educação.

O líder da Aliança Patriótica Nacional voltou a sua terra natal, tendo enfatizando, que só pode resolver os problemas do povo do Bengo quem os conhece.

Apelando ao voto, Quintino Moreira, disse que no dia de votação “é preciso criarmos mudança em Angola, para resolução dos nossos problemas”. O dirigente partidário mostrou-se indignados com o facto de no seu entender o Bengo ser uma das províncias “abençoadas por Deus com muitos rios, mas até aqui, a maioria da população nas suas casas não têm água”.

O líder da APN manifestou-se igualmente constrangido pelo facto do Bengo, diferente das demais províncias, não ter nenhuma centralidade que poderia ajudar a população do Bengo, em particular a juventude, ver o seu sonho da casa própria realizada.

Discursando para centenas de militantes, simpatizantes e do povo em geral, o também docente universitário diz ser contra o desenvolvimento desigual das províncias em nível do país. O jurista de profissão fez saber aos presentes que é constitucional que os direitos são iguais para todas as províncias e para todos os cidadãos.

Ovacionado pelos seus apoiantes enfatizou que “estas desigualdades tem que acabar e para isso, é preciso votar certo e votem na APN”.
“Nós Aliança Patriótica Nacional achamos que somos o partido que estamos em melhores condições para podermos protagonizar a mudança e sem que haja perturbações políticas no país”.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.