Connect with us

Sociedade

Anunciados vencedores do Prémio Nacional de Jornalismo

Published

on

Foram anunciados os vencedores do 1º, 2º e 3º lugares do Prémio Nacional de Jornalismo edição de 2022, nas categorias de Rádio, Imprensa, Televisão e Fotojornalismo, onde a imprensa pública aparece com a maioria das categorias.

Victória Maviluka, do Novo Jornal, Dito Tavares, da Rádio Nacional de Angola em Malange, Isidro Sanhanga, da TPA e o fotógrafo António Soares, da Agência Angola Press (Angop) são os vendedores das respectivas categorias. Entretanto, o valor do prémio não foi revelado.

O anúncio foi feito pelo Presidente do Comité de Adjudicação e do Júri do Prémio Nacional de Jornalismo 2022, Anastácio de Brito, numa cerimónia que contou com a presença do Ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Mário Oliveira, no Centro de Imprensa Aníbal de Melo, em Luanda.

O responsável disse que na edição deste ano participaram 69 jornalistas, sendo 26 na categoria Imprensa, 18 na de Rádio, 18 na de Televisão e sete na de Fotojornalismo, que representaram, condignamente, as províncias do Bengo, de Benguela, do Bié, de Cabinda, do Cuando Cubango, do Cuanza Norte, do Cuanza Sul, do Cunene, do Huambo, da Huíla, de Luanda, da Lunda Norte, de Malanje, do Moxico, do Namibe, do Uíge e do Zaire.

Lunda Sul é a única província que, de acordo com o responsável, não teve jornalistas que concorreram para qualquer das quatro categorias do prémio. Entretanto, afirmou que a comissão enviou mensagem de motivação, para que nas próximas edições possam participar “e, quiçá, conquistarem lugares de destaque”.

“Aos 69 jornalistas concorrentes, enviamos, sem excepção, uma saudação muito especial, por acreditarem no Prémio Nacional de Jornalismo. Muitos deles, não só participaram, como fizeram participar colegas seus, num ambiente de verdadeira competição entre profissionais”, sublinhou.

Colunistas