Connect with us

Sociedade

Antropólogo denuncia falsos sobas que contraem matrimónio com crianças

Published

on

O antropólogo Diakimini Bokolo denuncia a existência de falsos sobas com prática incomum de casamento com crianças nas comunidades.

Em declarações esta segunda-feira, 19, à Rádio Correio da Kianda, Diakimini defende maior rigor na entronização das referidas entidades.

O também docente universitário afirma que o código da família estabelece maioridade para o casamento em Angola, 18 anos para os rapazes e 16 para as raparigas.

Para ele, o casamento dos supostos sobas com crianças, pode configurar crime de abuso sexual ou de estupro, à luz do ordenamento jurídico angolano e apela o desencorajamento dessa prática.

Formado em radiojornalismo, com passagem por órgãos de comunicação social públicos e privados. Possui formação internacional em Comunicação e Multimedia. Estudante do curso superior de Gestão/Comunicação e Marketing.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *