Connect with us

Mundo

Antony Blinken discute esforços para solidificar a paz na Etiópia

Published

on

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, elogiou a Etiópia nesta quarta-feira, 15, por seu progresso na implementação de um acordo de paz para acabar com o conflito do Tigray, mas não conseguiu levar o país de volta ao programa comercial dos Estados Unidos.

Visitando a Etiópia para reparar as relações que foram prejudicadas pela guerra de dois anos na região Norte, Blinken se reuniu com o primeiro-ministro Abiy Ahmed e discutiu os esforços em andamento para solidificar a paz, restaurar serviços básicos e atender às necessidades humanitárias.

O governo etíope e as forças de Tigray assinaram um cessar fogo em Novembro, encerrando um conflito que matou dezenas de milhares de pessoas, deixou centenas de milhares passando fome e milhões de deslocados.

O governo dos EUA restringiu a assistência económica e de segurança à Etiópia durante a guerra e cortou o acesso à Lei de Oportunidades e Crescimento Africano dos EUA (AGOA), um programa de comércio livre de impostos que foi uma bênção para o setor têxtil do país.

“Certamente compartilhamos a aspiração do retorno da Etiópia ao AGOA”, disse Blinken a repórteres após suas reuniões com Abiy e outras figuras do governo, acrescentando que “está indo na direção certa” enquanto a Etiópia continua implementando o acordo de paz.

Disse ainda que a Etiópia recebeu referências claras e que Washington continuará a trabalhar com o governo em Addis para atingir a meta.

“Concordamos em fortalecer as relações bilaterais de longa data entre nossos países com o compromisso de parceria”, disse Abiy no Twitter após a reunião.

O chefe da diplomacia americana encetou ontem uma digressão de 3 dias em dois países africanos, devendo seguir hoje  para o Níger onde fica até sexta-feira.

Com agências internacionais