Connect with us

Efeméride

“António Agostinho Neto foi um estadista perspicaz e genial” – MPLA

Published

on

Assinala-se este domingo, 17 de Setembro, Dia do Herói Nacional, Agostinho Neto, o fundador da Nação. Na sua mensagem de felicitação, o MPLA, partido do qual foi presidente, considera “Kilamba”” como tendo sido “um estadista perspicaz e genial”.

“O Povo Angolano comemora, hoje, 17 de Setembro, o DIA DO FUNDADOR DA NAÇÃO E DO HERÓI NACIONAL, efeméride instituída em homenagem ao nascimento do Saudoso Camarada Presidente Doutor ANTÓNIO AGOSTINHO NETO, uma das maiores figuras do País e não só, do Século XX, e líder do processo de Luta Armada que determinou a proclamação da Independência Nacional, em 11 de Novembro de 1975, emergindo desse acto, a Soberania do Povo Angolano, como proprietário de um novo Estado”, começa a mensagem chegada à Redação do Correio da Kianda.

O partido no poder refere também que “Patriota convicto, Médico, escritor e político de reconhecida dimensão, o Presidente António Agostinho Neto foi um estadista perspicaz e genial, que soube interpretar, fielmente, as aspirações mais legítimas do Povo Angolano, destacando-se pela sua permanente preocupação na busca da libertação dos povos africanos submetidos à opressão colonial portuguesa, acção que fez dele um homem de profunda dimensão internacional”.

Em consonância ao Lema: “Juntos pelo desenvolvimento de Angola”, o Bureau Político do Comité Central do MPLA exorta o Povo Angolano no sentido de celebrar a data imbuído do permanente espírito de reflexão em torno das memórias e ensinamentos de Neto, que continuam actuais, servindo de âncora inspiradora na concepção das medidas de políticas, que objectivam a melhoria da vida das populações.

O partido dos camaradas considera que hoje, ser curial recordar que o saudoso Presidente António Agostinho Neto, brindou o povo angolano com um legado multidisciplinar por via do qual ajudou a alicerçar a identidade social, política, cultural e humanista dos angolanos, que para sempre deve ser recordado e honrado, pelo preciosismo do seu conteúdo, bem como a visão de futuro, permanentemente actualizada, de que se reveste.

“O MPLA mantém a convicção de que o pensamento estratégico e transversal de Neto conserva o pendor de ser a bússula dos angolanos que, com verdadeiro espírito patriótico, dedicam-se às mais ingentes tarefas que concorrem para o desenvolvimento do Nação, enquanto património colectivo”, lê-se ainda.

No documento que temos vindo a citar, O MPLA manifesta a sua intransigente disponibilidade em “Trabalhar mais e comunicar melhor”, tendo como base a célebre e eterna palavra de ordem, “O mais importante é resolver os problemas do Povo”, asserção que continua a nortear a elaboração de medidas de políticas e demais acções, com o fim único de melhorar as condições de vida das populações.

Entretanto, o Bureau Político do Comité Central do MPLA reconhece as adversidades sócio-económicas que os cidadãos enfrentam neste momento, “decorrentes de factores endógenos e exógenos, e apela todas as forças vivas da Nação a, mais uma vez, elevar o sentido de cidadania e patriotismo em defesa dos mais nobres interesses de Angola que, de Cabinda ao Cunene, mantém-se como um só Povo e uma só Nação e trabalharmos ‘Juntos pelo desenvolvimento de Angola’”, finaliza a mensagem.