Connect with us

Economia

Angosat-2: tabela de preços dos serviços varia de USD 750 a 1.300

Published

on

Foi apresentada na última sexta-feira, em Luanda, a tabela de preços para a comercialização dos serviços de telecomunicações do ANGOSAT-2, o primeiro satélite angolano, em órbita desde outubro 2022, com a tabela a variar de 750 a 1.300 dólares americanos.

Coube ao director geral do Gabinete de Gestão do Programa Espacial Nacional (GGPEN), Zolana João, a apresentação da tabela estimativa de preços que servirão de referência para a comercialização das capacidades do satélite Angosat-2.

Para banda C, cuja referência é o mega-hertz por segundo (MHz/s), os preços para comercialização das capacidades do satélite angolano estão estimados entre os 750 e os 900 dólares norte-americano, (cerca de 382.807,47 kwanzas a 459.368,97 kwanzas).

Na banda KU, considerado modelo para a comercialização das larguras de banda altera, e que entretanto utiliza como referência o megabits por segundo (Mbps), a sua tabela de preço foi estimada entre os mil e mil e 300 dólares norte-americano (cerca de 504.318,10 kwanzas a 655.613,53 kwanzas).

Segundo o director Zolana João, esta janela de preços apresentada levou foi baseada à prática comercial da região da SADC, tendo sublinhando que os preços avançados deverão variar mediante a proposta de negócio de cada operador.

O lançamento oficial da comercialização das capacidades de largura de banda do Angosat-2 ocorre um mês após o Presidente da República, João Lourenço, autorizar a exploração comercial do satélite por meio do Despacho Presidencial n.º 11/23, de 23 de Janeiro.

As receitas da exploração comercial do Angosat-2, de acordo com a decisão do governo angolano, ser, inicialmente, canalizadas para o GGPEN, que ficará com 50% das receitas, seguido do Tesouro Nacional, com 40%, e o Fundo de Apoio Social dos Trabalhadores das Comunicações, ficará com os restantes 10%.