Connect with us

Politica

ANGOSAT-2 continua a comunicar perfeitamente com as estações de controlo na Rússia e em Angola

Published

on

O Gabinete de Gestão do Programa Espacial Nacional (GGPEN) divulgou hoje, 29,  na sua página oficial no Facebook, a informação de que o ANGOSAT-2 “encontra-se em órbita e a comunicar perfeitamente com as estações de controlo na Rússia e em Angola”.

A publicação surge em resposta a notícias postas a circular nas redes sociais de que o satélite angolano de telecomunicações estaria incomunicável, citando, inclusive, uma suposta fonte do Sputnik News. 

Em resposta, o órgão governamental responsável pela gestão do Programa Espacial Nacional, no qual o projecto ANGOSAT está inserido, publicou que até ao momento o satélite está a responder como o esperado. 

“Qualquer informação oficial sobre o satélite angolano está a ser divulgada através dos canais de comunicação do Gabinete de Gestão do Programa Espacial Nacional (GGPEN)”, reforça a publicação.

Foi ainda divulgado um link no qual é possível acompanhar em tempo real a posição do satélite, prova, segundo a publicação, de que “continuamos a ter contacto com o ANGOSAT-2”. Clique aqui

De recordar que na conferência de imprensa realizada em Baikonur, Cazaquistão, no dia 13 de Outubro, em que estiveram presentes, o ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Mário Oliveira, e o director geral da Agência Espacial Russa (Roscosmos), foi informado que as chances do satélite apresentar qualquer erro eram muito reduzidas:

“Podemos falar, sem medo de errar, que a probabilidade de alguma coisa falhar é extremamente pequena e estamos satisfeitos com tudo aquilo que foi feito até agora”.

Clique aqui para acompanhar o ANGOSAT-2 em tempo real.