Connect with us

Destaque

Angolanos discriminados na Argélia

Published

on

Dezenas de estudantes angolanos na Argélia, situado no norte de África, têm sofrido agressões físicas e psicológicas por parte de indivíduos naturais daquele país.

O racismo é apontado com a razão dos ataques, que intensificam à medida que o tempo passa. Os estudantes angolanos são bolseiros do Instituto Nacional de Gestão de Bolsas de Estudantes (INAGBE).

Na universidade onde os jovens angolanos frequentam as aulas também estão matriculados estudantes de outras nacionalidades, para além dos próprios argelinos.

Na quarta-feira última, dia 1, quando vários estudantes assistiam um jogo do Campeonato Africano das Nações (CAN-2017) em futebol, que decorre no Gabão, os estudantes argelinos insistiam em ver o jogo da taça do Rei de Espanha entre o Barcelona e Atlético de Madrid.

A confusão instalou-se, mas os guardas do campus universitário impediram que o pior acontecesse. Dois dias depois, precisamente às 19 horas de sexta-feira, o grupo de argelinos que esteve na origem da confusão no dia do jogo apanhou um estudante angolano quando estava isolado no refeitório da universidade e ali foi espancado.

Ao seu bel-prazer, os argelinos espancaram e saquearam os estudantes angolanos até perto das zero horas.

O delegado da comunidade angolana na província onde está a universidade, aconselhou os estudantes a não reagirem em caso de provocação por partes dos argelinos. A situação está calma por enquanto, os estudantes admitem ter medo pois “não sabemos quando vão voltar a nos atacar”, pelo que pede ao governo angolano que interceda junto das autoridades argelinas no sentido de garantir “mais segurança” aos estudantes bolseiros.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas