Connect with us

Politica

Angola vive uma era de abertura em todos os capítulos, afirma Escritor Agualusa

Redação

Published

on

angola vive uma era de abertura em todos os capítulos, afirma escritor agualusa - 0215257f3 3bee 4451 b078 013dcbd849d3 r NjQweDM0NQ - Angola vive uma era de abertura em todos os capítulos, afirma Escritor Agualusa

O escritor angolano José Eduardo Aguslusa afirmou, na noite de sexta-feira, em Luanda, que o país vive uma nova era, marcada pela maior abertura, pacificação e aproximação entre os angolanos.

Agualusa, que falava à imprensa à margem da cerimónia de entrega do Prémio Nacional de Cultura e Artes, exemplificou o recente reconhecimento do Executivo de figuras como Rafael Marques e Sousa Jamba, que demonstra os sinais do novo rumo do país.

O escritor destacou o facto de o país viver uma era de abertura em todos os capítulos, de maior reconhecimento do papel dos actores sociais e políticos, bem como de maior liberdade de expressão.

Relativamente a sua distinção com o Prémio Nacional de Cultura e Artes, na modalidade de Literatura, o escritor considerou-o como o mais importante da sua carreira, pelo facto de ao longo dos seus 30 anos de carreira ser o primeiro em território nacional como reconhecimento do seu papel e contributo na afirmação, valorização, preservação e divulgação da identidade cultural angolana.

“Este prémio foi uma surpresa e por isso deu maior alegria do que qualquer dos outros que ganhei, por ser angolano e representar um tempo novo de pacificação no país”, reforçou.

Referiu que escreve por prazer, sem pensar em prémios, mas a atribuição de qualquer prémio acaba por ser importante, por valorizar um trabalho de muitos anos.

Por outro lado, esclareceu a polémica em torno da afirmação sobre a obra de Agostinho Neto, afirmando ter sido mal interpretado por parte de algumas pessoas que se aproveitaram para tentar denegrir a sua imagem do ponto de vista político.

“Aconteceu um pouco antes das eleições, num período em que se vivia um clima de crispação política e o facto de ter dito que como Agostinho Neto existem outros bons ou melhores escritores foi usado negativamente”, explicou.

José Eduardo Agualusa Alves da Cunha é um jornalista, escritor e editor angolano de ascendência portuguesa e brasileira. Nasceu a 13 de dezembro de 1960, na província do Huambo, e detém vários prémios.

O Prémio Nacional de Cultura e Artes, atribuído anualmente, foi instituído em 2000 pelo Governo angolano e é um incentivo à criatividade e produção cultural, tendo em atenção a diversidade linguística e cultural da Nação angolana.

 

C/ Angop

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Advertisement

Colunistas

Ladislau Neves Francisco
Ladislau Neves Francisco (16)

Politólogo - Comunicólogo - Msc. Finanças

Olivio N'kilumbo
Olivio N'kilumbo (18)

Politólogo

Vasco da Gama
Vasco da Gama (71)

Jornalista

Walter Ferreira
Walter Ferreira (11)

Coordenador da Plataforma Juvenil para a Cidadania

Publicação