Connect with us

Politica

Angola terá Plataforma de Dados Estatísticos e Informações sobre Violência Doméstica

Published

on

O Ministério da Acção Social, Família e Promoção da Mulher apresenta esta segunda-feira, 02, em Luanda, a Plataforma de Dados Estatísticos e Informações sobre a Violência Doméstica em Angola.

Segundo comunicado enviado ao Correio da Kianda, a Plataforma surge com o objectivo de melhorar o registo de dados estatísticos e informações sobre a situação da violência no país, bem como de reforçar a implementação da Lei contra a Violência Doméstica.

“A violência contra a mulher constitui a forma mais generalizada de violação dos direitos humanos, pondo vidas e relações humanas em risco constantes o que dificulta o progresso e o desenvolvimento humano e nas comunidades”, lê-se.

Ainda de acordo com a nota, a falta de registo dos casos de violência doméstica no território nacional cria, por sua vez, “dificuldades na obtenção de dados globais que reflectem a dimensão concreta do problema, o que implica negativamente na concepção de projectos pontuais que possam responder a situação, bem como na avaliação do impacto na vida das famílias, na responsabilização criminal dos agressores e na identificação de zonas, grupos etário e períodos com maior prevalência de violência no país”.

O acto de apresentação da Plataforma será presidido pela Ministra da Acção Social, Família e Promoção da Mulher, Ana Paula Sacramento Neto, que também apresentará o Projecto Crime Zero.

Formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, a profissional actua no mercado de comunicação há 18 anos. Iniciou a sua carreira em 2004, apresentando um programa de rádio e logo migrou para a comunicação digital, para a impressa e, posteriormente, a institucional. Tem vasta experiência como web journalist, criação e gestão de redes sociais, tendo participado dos projectos de desenvolvimento de diversos sites, blogs e redes sociais governamentais, privados e do terceiro sector. Reside em Luanda desde 2012, tendo trabalhado como jornalista no portal de notícias Rede Angola, como assessora de imprensa e directora de Comunicação e Operações nas Agências NC - Núcleo de Comunicação e F.O.T.Y, atendendo diversos clientes governamentais e privados. Actualmente trabalha como editora do portal Correio da Kianda.