Connect with us

País

Angola prepara terceira operadora de telefonia móvel

O sector de telefonia móvel no país vai tornar-se mais concorrido, com a entrada “em cena” de uma terceira operadora nesse segmento.

Published

on

Para a efectivação desse processo, “está em andamento um concurso público para a atribuição de licença a uma nova operadora”, confirmou, nesta segunda-feira, o Presidente da República, João Lourenço, num encontro com empresários belgas.

Na sua intervenção, perante mais de 63 empresários, destacou o facto de o país, com cerca de 26 milhões de habitantes, possuir apenas duas operadoras de telefonia móvel.

A entrada de mais uma operadora tem como meta a melhoria dos serviços prestados e a baixa das tarifas telefónicas para os utilizadores.

Dados oficiais do Instituto Nacional das Comunicações (INACOM)) apontam para a existência, em Angola, de pelo menos 14 milhões de utentes de telemóvel.

Entretanto, no encontro realizado em Bruxelas, João Lourenço falou sobre a estratégia para a diversificação da economia.

Sublinhou a primazia que deve ser dada ao investimento privado dentro do processo de diversificação.

A nova lei mereceu uma referência do Presidente João Lourenço, bem como a protecção do investimento privado em Angola.

Outros aspectos destacados na intervenção do Chefe de Estado têm a ver com a questão do monopólio, da livre concorrência, luta contra a corrupção e contra a impunidade.

 

C/ ANGOP