Connect with us

Eleições 2022

“Angola não deve continuar a ser um mero sonho” – Laurinda Cardoso

Published

on

A Juíza Presidente do Tribunal constitucional, Laurinda Prazeres Monteiro Cardoso, disse hoje, no discurso de investidura do Presidente da República, João Lourenço e da sua vice, Esperanca da Costa, que “Angola não deve continuar a ser um mero sonho”.

A Presidente do Tribunal Constitucional, que discursava na Praça da República em Luanda, disse ser urgente que Angola se torne num país de uma realidade prazerosa, até para o mais humilde dos angolanos.

Laurinda Cardoso foi ainda mais longe afirmando mesmo ser necessário continuar com as reformas estruturantes em vários sectores e domínios da vida do País, visando não somente o bem-estar geral, mas pensando e criando, já, “as melhores condições para as gerações vindouras”.

A Juíza pediu a João Lourenço para ser o presidente de todos os angolanos: “ Seja o presidente de todos nós, dos que votaram em si, dos que não votaram em si, dos que não votaram ninguém e dos que não votaram”, disse.

Laurinda Cardoso disse ainda que “é tempo de expurgarmos os fantasmas, reais ou imaginários, que pretendem dividir e afastar os angolanos, pois somos filhos desta grande nação”.

João Lourenço e Esperança da Costa foram hoje investidos Presidente e vice Presidente da República respectivamente, em uma cerimónia solene testemunhadas por mais de quinze mil convidados nacionais e internacionais.

Continue Reading
1 Comment

1 Comment

  1. Mateus Fumuassuca

    19/09/2022 at 5:05 pm

    Com os tribunais e juizes que temos, todos ao serviço do mpla, inclusive a própria Dra Juiza, não dá mais para sonhar porque já mataram a democracia, o proclamado estado de direito e muitos sonhos.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *