Connect with us

Diversos

Angola entre os países mais acolhedores do mundo

Published

on

Angola está na lista dos países mais acolhedores do mundo, no ano 2022, segundo um ranking, divulgado por uma empresa de consultoria financeira, juntamente com outros países de africanos, europeus e americanos. A lista foi divulgada na tarde deste domingo pela CNN Portugal.

Segundo a CNN Portugal, a lista dos países mais abertos em 2022, é baseada em dois ranking. o Índice de Passaportes Arton Capital, e o Índice de Passaportes Henley, que medem o peso relativo dos documentos de viagem dos cidadãos de acordo com o número de países que os seus titulares podem visitar sem visto ou com visto a pedido.

Angola, Djibuti, Guiné, Maldivas, Comores, Somália, Bolívia, Timor-Leste, Malawi, Qatar, Micronésia, Burundi, Guiné-Bissau, Nigéria, Tuvalu, Samoa, Gabão, Costa do Marfim, Sudão do Sul, República Democrática do Congo, Ruanda, Camboja, Etiópia, Seychelles, Togo, Uganda, Cabo Verde, Mauritânia, Suriname, Palau, Dominica, Madagáscar, Malásia e Lesotho constituem a lista primária.

ranking da Arton Capital declara actualmente os Emirados Árabes Unidos como os mais poderosos do mundo, enquanto a Henley, que utiliza uma metodologia diferente, dá a coroa ao Japão.

Do outro lado, porém, estão os países cujas portas estão mais abertas – pelo menos em termos de vistos. A Arton Capital mede-os no seu “Welcoming Countries Rank” (Lista de Países Acolhedores) e, na sua lista de 2022, fornece algumas perspetivas fascinantes sobre o estado atual da mobilidade global.

“Nasci na Bulgária, por isso sei o que é viajar com um passaporte ‘mau'”, diz Arton. “Os meus pais trabalhavam em Marrocos, pelo que tive de atravessar a Europa quando Schengen não existia, nos anos 80.

“Assim que o Muro de Berlim caiu, mudámo-nos para o Canadá. E assim que tive o passaporte canadiano, percebi o que é a liberdade”.

Sondagens da Gallup divulgadas a 7 de Dezembro revelaram que os canadianos estão consistentemente entre os cidadãos do mundo que mais provavelmente veem as suas comunidades como bons locais para migrantes viverem.

O Canadá é também o país com o Índice de Aceitação de Migrantes mais elevado da Gallup, tendo o seu governo anunciado recentemente que pretende acolher 1,5 milhões de imigrantes até 2025 para reforçar o fosso na sua economia criado por uma população envelhecida.

No entanto, na Lista de Países Acolhedores, que analisa 199 países medindo-os em termos de quantos passaportes aceitam sem visto, com visto à chegada ou com eTA, o Canadá está num humilde nº 71. O país permite o acesso fácil a 54 nações. Isto é logo acima da Austrália, que dá esse privilégio a 46 países, e dos Estados Unidos, que permite 45.

Os menos abertos são a Coreia do Norte, Turquemenistão, Afeganistão, Macau, Líbia, Eritreia, Butão, Guiné Equatorial, Sudão, Argélia, Myanmar, Camarões.

Colunistas