Connect with us

Politica

“Angola deve aproveitar experiência da Costa do Marfim para diversificar economia”

Published

on

O presidente João Lourenço já trabalha na Costa do Marfim onde se encontra para uma visita de Estado. Este primeiro dia ficou marcado por reuniões no Palácio Presidencial com o seu homólogo, Alassane Ouattara, e também com a delegação que acompanha o presidente angolano nesses dois dias no país da África Ocidental.

Hoje, “os dois Chefes de Estado sublinharam a necessidade de se apostar numa cooperação intensa e diversificada, defendendo a tese de que demasiado tempo se perdeu no passado que é preciso agora recuperar”, disse, a Presidência sobre o encontro entre os dois estadistas.

Durante a sua visita, as duas delegações vão assinar doze instrumentos jurídicos com objectivo de reforçar as relações de cooperação entre os dois Estados.

Esta quarta-feira, no lançamento da deslocação do estadista angolano, o especialista em relações internacionais, João André, disse que Angola devia aproveitar a experiência da Costa de Marfim em cacau e banana para diversificar a sua economia.

De ressaltar, que a Costa do Marfim é uma potência agrícola, sendo o primeiro produtor mundial de cacau.

Para o especialista em assuntos internacionais, o Estado angolano pode aproveitar essa projecção económica daquele país para diversificar aprimorar técnicas agrícolas.

João André também espera que “a visita seja aproveitada para se abordar a tão propalada integração regional para que África seja mais forte no contexto das nações”.

Mais informações sobre a visita de João Lourenço a Costa do Marfim, no Jornal da Noite, da Rádio Correio da Kianda.