Connect with us

Economia

Angola define programa de incentivo a produção da mandioca

Published

on

O ministro da Indústria e Comércio, Victor Fernandes, disse, nesta quarta-feira, 10, que o governo angolano tem definidos programas para uma melhor promoção de produtos da mandioca.

Segundo Victor Fernandes, Angola é actualmente o terceiro maior produtor de mandioca em África, depois da Nigéria e o Gana, e consta do top 15 mundial, constituindo-se numa “excelente oportunidade para tirar vantagens dessa realidade”.

O referido programa de aproveitamento da mandioca será efectivado através da “promoção da produção do produto bem como na criação de incentivos à compra, transformação e consumo dos vários subprodutos e derivados”.

Acrescentou ainda que as bases orientadoras do referido programa assentam na necessidade de incentivar uma maior atracção do investimento privado qualificado, nacional e estrangeiro, visando o incremento da produção nacional voltada para os produtos com maior possibilidade de transformação, e de alto valor agregado, seleccionando-se os sectores prioritários, segundo os critérios da criação do emprego, da maior e melhor satisfação das necessidades básicas da população, o maior valor acrescentado nacional e a contribuição relativa para a diversificação da economia, com forte pendor na substituição selectiva das importações, e na promoção das exportações de sectores com vantagens comparativas de custos nos mercados internacionais.

“Com este programa, almejamos o incentivo ao surgimento da pequena e média indústria transformadora no meio rural e não só, com vista a criar condições que garantam um maior e melhor aproveitamento da mandioca, aumentando a sua produção e alavancar a sua exportação e dos seus derivados em grande escala”, disse Victor Fernandes no seu discurso de abertura da webinar internacional sobre as oportunidades e desafios da cadeia de valor da mandioca, realizada nesta quarta-feira.