Connect with us

Politica

Angola ainda não registou nenhum caso de cólera, garante Ministra da Saúde

Published

on

Com vista a definir políticas e estratégias sustentáveis para prevenir e erradicar a cólera até 2030, os Chefes de Estado e de Governo da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) vão reunir sexta-feira, em Luanda, sob a liderança do Presidente João Lourenço.

A informação foi revelada à margem da reunião virtual extraordinária do Conselho de Ministros da SADC, que abordou a pandemia da cólera vigente em alguns Estados-membros da organização regional.

O Ministro das Relações Exteriores disse que o surto representa um obstáculo na agenda de integração e desenvolvimento. Téte António defendeu uma acção colectiva e coordenada.

Por sua vez, a Ministra da Saúde e presidente do Comité dos Ministros da Saúde da SADC, Sílvia Lutucuta, garantiu que até ao momento já foram registados mais de 600 casos de cólera e 1600 mortes, sendo a Zâmbia e o Malawi entre os países com o maior número de casos da doença.

Sílvia Lutucuta referiu que a comunidade de países da África Austral está preocupada com o avanço do surto de cólera na região, entretanto, assegurou que Angola ainda não notificou nenhum caso da doença.

Nesta altura, adiantou, “os Estados membros e parceiros mobilizam recursos para que a vacina chegue o mais rápido possível aos países afectados e aqueles em risco de registar casos de cólera”, garantiu.