Connect with us

Economia

Angola acolhe 8ª edição do congresso e exposição de petróleo e gás em África

Published

on

A cidade de Luanda vai acolher, de 16 a 19 de maio de 2022, a oitava edição do Congresso e Exposição de Petróleo de África (CAPE VIII), organizado pela Organização Africana dos Produtores de Petróleo (APPO) com vista a promover e apoiar o investimento no sector do petróleo e gás em África, bem como a reflexão sobre as orientações dadas pelos altos dirigentes políticos africanos responsáveis do sector.

O evento, a ser promovido pela APPO, Ministério angolano dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás (MIREMPET) e pela empresa AMTRADE, está subordinado ao lema “Desafios e Oportunidades na Indústria Africana de Energia, Petróleo e Gás” e vai congregar especialistas nacionais, regionais e internacionais da indústria de energia, petróleo e gás para debater os desafios e oportunidades da transição energética e o futuro da indústria de petróleo e gás em África.

Organizado há 18 anos, CAPE VIII é considerado como o maior e mais influente evento de petróleo e gás em África, que procura proporcionar aos investidores a oportunidade de terem informações e conhecimentos mais profundos sobre a direcção estratégica da indústria de petróleo e gás em África.

O comunicado de imprensa da organização do evento, enviado ao Correio da Kianda, descreve a conferência como sendo obrigatória e a única plataforma completa sobre política, negócios e interacção dos países membros da APPO.

O Congresso prevê reunir em Luanda, decisores, profissionais e operadores do sector público e privado nos níveis nacional, regional e internacional para discutir os desenvolvimentos actuais nas indústrias de energia, petróleo e gás de África.

Participam igualmente do evento, todos os ministros da energia, Petróleo e Gás e altos funcionários das empresas nacionais de petróleo dos países membros da APPO, criando assim oportunidades para os delegados e participantes da conferência terem uma interacção directa e informações em primeira mão, de políticos e decisores, sobre oportunidades de investimento na indústria nacional.
Temas e preletores

O impacto da COP-26 e da transição energética no futuro da indústria de petróleo e gás em África, será, de acordo com o programa a que o Correio da Kianda teve acesso, o primeiro tema a ser discutido no encontro, seguido do Desenvolvimento do conteúdo local Africano, Actualizações dos sectores upstream e downstream e agregação de valor através do conteúdo local. As Parcerias bem-sucedidas no sector de petróleo e gás de África: perspectivas das NOCs em infraestrutura transfronteiriça, o Desenvolvimento do mercado petrolífero Africano e as Oportunidades de refinamento e processamento petroquímico, vão igualemente mercecer atenção dos participantes ao congresso, enquanto que o Financiamento do sector de Petróleo e Gás: Posicionamento da AEICORP está definido como o último tema a ser debatido pelos participantes.

Entre os oradores principais do CAPE VIII destacam-se o Ministro dos Recursos Minerais, Petróleo e Gás de Angola e Presidente desta Organização durante o ano de 2022, Diamantino Pedro Azevedo, o Secretário-Geral da APPO, outros dignitários e delegados de alto nível dos países membros da APPO, bem como pessoas de reputadas organizações regionais e instituições internacionais dentro e fora das indústrias da energia, petróleo e gás.

Esta é a primeira vez, na sua história, que acolhe o evento, desde a criação em 2004. A edição anterior foi organizada em Abuja, Nigéria, em 2016, tendo atraído 47 palestrantes de alto nível, idos dos cinco continentes, 470 participantes de 37 países, 55 expositores e 13 patrocinadores.