Connect with us

Sociedade

Ambientalista considera preocupante extinção de espécies em Angola

Published

on

O ambientalista Vladimir Russo considerou esta sexta-feira, 28, preocupante a extinção das espécies no mundo, em particular em Angola, situação que segundo disse, pode causar um grande desequilíbrio ao ecossistema.

Em entrevista à Rádio Correio da Kianda por ocasião do Dia Mundial da Conservação da Natureza assinalado ontem, o especialista alertou que as actividades praticadas pelo ser humano contra a natureza, podem pôr em risco até a sobrevivência da própria espécie humana.

O também membro da Fundação Kissama, destaca os projectos ambientais levados a cabo pelo governo, tendentes à conservação e preservação da natureza, nomeadamente o projecto de protecção da Palanca Negra Gigante e o Projecto Kitabanga, que visa conservação das tartarugas marinha.

O especialista afirma ainda que, actualmente, existe em Angola, uma maior consciência por parte dos cidadãos sobre a necessidade de protecção da flora e da fauna, embora seja uma tarefa árdua que requer maior sensibilização, palestras e formações sobre educação ambiental para que se possa garantir um maior equilibro entre o ser humano e a natureza.

O Dia Mundial da Conservação da Natureza foi instituído pela Organização das Nações Unidas (ONU), a 28 de Julho, data da fundação da Liga para a Protecção da Natureza, que se assinalou pela primeira vez em 1948 e tem como objectivo de consciencializar as pessoas para os problemas da mãe natureza e para a necessidade urgente da sua conservação.