Connect with us

Sociedade

Ambientalista aplaude iniciativa que visa travar exploração ilegal de madeira

Published

on

O especialista em ambiente e turismo, Rafael Lucas, louva a medida do Instituto de Desenvolvimento Florestal, que visa recrutar novos fiscais no âmbito do plano estratégico para travar a exploração ilegal de madeira na província do Cuanza Norte.

Entretanto, Rafael Lucas entende que essa não é a única medida para contrapor a essas práticas, por isso, defende a formação não só dos novos efectivos, mas promover formação contínua para atribuir competências aos fiscais para fazerem face aos crimes ambientais.

Rafael Lucas defende, por outro lado, que o governo deve criar parcerias com as comunidades locais, com as ONGs por entender que os fiscais não são suficientes no combate aos crimes ambientais.

O director geral do Instituto de Desenvolvimento Florestal, Simão Zau, fez este anúncio de recrutamento de novos fiscais na província do Cuanza Norte, com vista a travar o fenómeno da exploração ilegal de madeira naquela região do país.

Jornalista multimédia com quase 15 anos de carreira, como repórter, locutor e editor, tratando matérias de índole socioeconómico, cultural e político é o único jornalista angolano eleito entre os 100 “Heróis da Informação” do mundo, pela organização Repórteres Sem Fronteira. Licenciado em Direito, na especialidade Jurídico-Forense, foi ainda editor-chefe e Director Geral da Rádio Despertar.