Connect with us

Politica

Álvaro Sobrinho suspeito de suborno a juiz Português Rui Rangel

O ex-banqueiro é suspeito de ter subornado o juiz Rui Rangel e deve ser constituído arguido no âmbito da Operação Lex assim que estiver em Portugal. O seu escritório em Lisboa foi alvo de buscas.

Published

on

O escritório de Álvaro Sobrinho nas Amoreiras, em Lisboa, foi alvo de buscas da Polícia Judiciária (PJ) no passado dia 15. Em causa, avança o Correio da Manhã, está uma investigação no âmbito da Operação Lex e as suspeitas de que o empresário luso-angolano subornou o juiz Rui Rangel, no Tribunal da Relação.

Nas buscas ao escritório do empresário que é também e o maior acionista privado da SAD do Sporting, através da Holdimo, e foi presidente do BES Angola, foram apreendidos diversos documentos, relata o jornal. As suspeitas da justiça portuguesa envolvem um caso, em 2015, em que o juiz Rangel devolveu a Sobrinho 30 imóveis no valor de 80 milhões, que estavam arrestados num processo de branqueamento de capitais. O polémico acórdão anulava assim uma decisão que tinha sido tomada pelo juiz Carlos Alexandre, na sequência de uma investigação do DCIAP.

Álvaro Sobrinho é agora suspeito de ter subornado o magistrado da Relação, através do seu advogado João Rodrigues, antigo presidente da Federação Portuguesa de Futebol, que já foi constituído arguido por corrupção ativa.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Colunistas