Connect with us

Justiça

Álvaro Sobrinho impedido de sair de Portugal até pagar a caução de 6 milhões de euros

Published

on

O antigo presidente do Banco Espírito Santo Angola (BESA), Álvaro Sobrinho, foi interrogado na manhã desta quinta-feira pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP), avançou a Imprensa portuguesa.

Esta ação surge no decorreu do processo BESA, em que o empresário é investigado pela concessão de crédito irregular de cerca de e 6 mil milhões de euros entre 2009 e 2013.

Álvaro Sobrinho fica com medida de coação o pagamento de uma caução de seis milhões de euros e ainda a apreensão de passaporte, segundo apurou o ECO. Fica proibido de sair de Portugal, a não ser que pague a caução. Mas pode apenas movimentar-se em território europeu.

Sobre Álvaro Sobrinho recaem suspeitas de ter desviado cerca de 500 milhões de euros. Este interrogatório será o último e é classificado como complementar. Segundo avançou o Observador, a equipa do DCIAP está a preparar-se para deduzir acusação contra Álvaro Sobrinho e outros ex-administradores do BES a propósito do caso BESA.

Continue Reading
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *