Connect with us

Economia

Airbus escolhe Angola para primeiro voo de demonstração da aeronave A220-300

Published

on

A TAAG e a Airbus apresentaram, nesta terça-feira, 6, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, em Luanda, o novo modelo de aeronave A220-300, que será integrada na frota da companhia angolana, a partir de Agosto de 2023. Esta é a primeira vez que a gigante aeroespacial europeia realiza um voo de demonstração na região da África Austral.

De acordo com o comunicado a qual o Correio da Kianda teve acesso, nos próximos dois anos, a TAAG irá receber seis unidades deste modelo, que chegam ao país através de um contrato de leasing assinado com uma empresa internacional da especialidade. A chegada das novas aeronaves (dois aparelhos entregues a partir de agosto de 2023 e quatro em 2024) irá permitir o aumento de voos, possibilitando que pilotos, pessoal de cabina e técnicos de manutenção da TAAG possam operar e assegurar a manutenção destas aeronaves, abrindo-se para todos estes colaboradores oportunidades de formação e carreira.

“O reforço da frota da TAAG é uma evidência do caminho de modernização e crescimento que inclui uma frota mais versátil e capaz de responder a necessidades do mercado continental e da América Latina (alinhado com a evolução crescente da rede de destinos e frequências da TAAG), o que permitirá à companhia tirar maior vantagem do posicionamento geoestratégico do país, potenciado pelo hub de Luanda e do Novo Aeroporto Internacional Dr. Agostinho Neto, que se encontra em acelerada fase de acabamento, nos arredores da capital angolana”, diz a nota da companhia.

Para tanto, a TAAG anunciou ainda que o seu pessoal vai iniciar formação no mês de Fevereiro de 2023, de forma a poder desempenhar com segurança e eficiência a operação e manutenção das novas aeronaves, que chegam à companhia para substituir os Boeing 737-700 que estão hoje ao seu serviço, em carreiras de médio curso, nomeadamente para destinos regionais em África.

Airbus 220

O Airbus A220 tem a capacidade para 142 passageiros (130 em classe económica e 12 em classe executiva). É uma aeronave moderna e extremamente eficiente com uma redução de consumo de combustível na ordem dos 25%. É um equipamento amigo do ambiente com reduzida emissão de CO2 e de poluição sonora. Oferece ao passageiro conforto superior, entretenimento e maior de espaço na cabina e de bagagem.

O avião que se deslocou a Luanda para a apresentação pertence à Air Baltic, companhia aérea dos países bálticos, no Norte da Europa, que conta com a maior frota de aviões deste modelo da Airbus.

O evento de apresentação da aeronave foi presidido pelo secretário de Estado para Aviação Civil e Marítima, Emídio Longa, em representação do ministro dos Transportes, Ricardo Veigas D’ Abreu.

Formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, a profissional actua no mercado de comunicação há 18 anos. Iniciou a sua carreira em 2004, apresentando um programa de rádio e logo migrou para a comunicação digital, para a impressa e, posteriormente, a institucional. Tem vasta experiência como web journalist, criação e gestão de redes sociais, tendo participado dos projectos de desenvolvimento de diversos sites, blogs e redes sociais governamentais, privados e do terceiro sector. Reside em Luanda desde 2012, tendo trabalhado como jornalista no portal de notícias Rede Angola, como assessora de imprensa e directora de Comunicação e Operações nas Agências NC - Núcleo de Comunicação e F.O.T.Y, atendendo diversos clientes governamentais e privados. Actualmente trabalha como editora do portal Correio da Kianda.

Continue Reading
2 Comments

2 Comments

  1. Ayres guerra Azancot de Menezes

    07/12/2022 at 10:03 pm

    é de extrema importância adequar a estrutura aeronáutica as inovações tanto por razões de poluição ambiental, sonoras e relacionadas com a utilização de combustíveis não fósseis. Angola como país aberto as novas tecnologias e comprometida e regendo-se por acordos internacionais. a nova Angola com novos desafios beneficiando de vantagens comparativas ,de aplicação, integração de novos processos criarão sinergias. a nova Angola deverá demarcar-se obrigatoriamente e cada vez mais para criar e absorver os seus recursos ,como melhorar objectivamente a qualidade dos seus cidadãos para catapultar para outros níveis de sustentabilidade e progresso generalizado. a modernização construção e utilização do novo aeroporto será um grande indicador de confiança ,de garantia ,de compromisso e de estímulo impactante de outros sectores relevantes do país. será por isso uma bandeira e barómetro da expectativa e do despoletar da economia nacional. Escrito por: Ayres guerra Azancot de Menezes.

  2. Filipe Massingue

    08/12/2022 at 9:37 am

    parabéns á TAAG. Este é a recompensa pelo seu desempenho e boa gestão.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *