Connect with us

Sociedade

Agentes da Polícias destacados no futungo acusados de assediar mulheres em troca de circulação

António Sacuvaia

Published

on

A denúncia ja circula nas redes sociais, e chegou ao Correio da Kianda, por meio de mensagem de um cidadão que diz ser morador do futungo, e que pediu para não ser identificado.

Segundo explica, os efectivos de defesa e segurança destacados na zona do futudo- Município de Taltona, têm estado a “assediar” mulheres, com destaque as mais Jovens, pedindo contactos telefónicos para um possível encontro em troca de uma possível circulacão.

Segundo revela, alguns agentes, tanto da polícia como das forças armadas, têm estado a facilitar a entrada e saída de alguns moradores, com principal realce a cidadãos de sexo feminino.

Entretanto, contactado pelo Correio da Kianda, o Subcomissário Waldemar José, Porta voz do Ministério do Interior, considerou a denúncia ser falsa, desafiando, em gesto de apelo, os denunciantes a provarem a acusação enviando as denúncias via WhatsApp para os contactos da Polícia.

O distrito urbano do Futungo (município de Talatona) e o bairro Cassenda, distrito da Maianga, em Luanda, estão, desde a primeira semana de maio, em “cerca sanitária extraordinária”, para conter a propagação da contaminação local do novo coronavírus (covid-19) nessas zonas.

De acordo com o secretário de Estado para a Saúde Pública, Franco Mufinda, o “aperto” nas respectivas áreas visa impedir a entrada e saída de pessoas nessas circunscrições, que contam com um total de oito casos positivos de contaminação local da covid-19.

Continue Reading
Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *